Notícias

01/06/2018 - InfoMoney

Ex-funcionário da Coca-Cola roubou dados pessoais de 8 mil empregados

A empresa ficou sabendo da violação de segurança em setembro passado, mas só divulgou para seus empregados e imprensa, na última sexta-feira (25)

SÃO PAULO - A Coca-Cola anunciou que um ex-funcionário foi encontrado com informações pessoais e dados de trabalhadores da empresa em um disco rígido pessoal.

A companhia ficou sabendo da violação de segurança em setembro do ano passado, mas só divulgou para seus empregados e para a imprensa na última sexta-feira (25).

Segundo o site Bleeping Computer, os investigadores disseram que um ex-funcionário de uma subsidiária da Coca-Cola foi encontrado em posse de um disco rígido externo contendo informações de 8 mil empregados desviadas da empresa.

A Coca-Cola diz que trabalhou com a polícia nos últimos meses para investigar a origem e validade dos dados. Seguindo as leis estaduais, a empresa está enviando cartas de noticação
para os funcionários afetados.

"Estamos emitindo avisos de violação de dados para cerca de 8 mil pessoas cujas informações pessoais foram incluídas em arquivos de computador que um ex-funcionário levou quando deixou a empresa", disse um porta-voz da Coca-Cola ao site. Os tipos de dados roubados e expostos varia de funcionário para funcionário, disse o porta-voz.

"Nós levamos a segurança da informação muito a sério. Lamentamos qualquer inconveniência ou preocupação que isso possa estar causando a eles", acrescentou o porta-voz. "Nós não sabemos se as informações foram usadas para fins ilegais". Também não se sabe para que o ex-funcionário roubou todos os dados.

A empresa informou que está oferecendo monitoramento gratuito de identidade por um ano aos funcionários afetados por meio de um provedor terceirizado. E acrescentou que esperou até agora para denunciar a violação aos funcionários a pedido da justiça, que ainda estava investigando o incidente. Não há informações sobre a situação do ex-funcionário que roubou as informações - o nome dele também não foi revelado.



AVISO: O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. A DEALL R&I, divisão do IBRACAF Ltda., não avaliza as informações contidas neste artigo nem se responsabiliza por elas.